Como responder na entrevista de emprego: por que devo te contratar?

Por que devo te contratar?

Para responder a um selecionador o porquê ele deveria te contratar é preciso analisar algumas questões para organizar uma resposta simples e bem objetiva, aumentando suas chances de conquistar a vaga.

O primeiro passo é tentar se colocar no lugar do selecionador. O profissional de RH que está conduzindo o processo seletivo sabe bastante sobre a empresa que está contratando e sobre a vaga disponível, mas tudo que ele sabe sobre você é o que você expôs no seu currículo e durante a sua fala, e o que ele faz, basicamente, durante as etapas é tentar encontrar um candidato que melhor se encaixe no perfil da empresa e tenha as qualificações para exercer o cargo pretendido.

Se você avançou no processo seletivo, ou seja, participou de mais de uma etapa, significa que o selecionador identificou em você características técnicas e pessoais que te aproximam do procurado pela empresa, e a cada etapa tentam selecionar os candidatos com maior compatibilidade.

Quando um selecionador te pergunta “por que devo te contratar” ele espera que você traga informações que aumentem o seu nível de compatibilidade com a vaga que está concorrendo.

Como organizar uma resposta simples e objetiva
Apesar da famosa pergunta “por que eu devo te contratar” poder vir em diversos momentos do processo seletivo, a resposta deverá sempre unir dois aspectos: vaga (empresa e posição) e candidato.

Lembra do que dissemos no começo do texto sobre o selecionador estar buscando um candidato compatível com a vaga e com a empresa? Pois é justamente essa compatibilidade que você precisa evidenciar na sua resposta.

Para defender que você é o candidato ideal é preciso mais que ter uma boa resposta, mas acreditar realmente nisso. Para isso siga esses dois passos básicos:

Pesquise sobre a empresa e releia o anúncio da vaga, encontre os aspectos exigidos e recomendados na descrição da vaga (qualificações, experiências, habilidades, etc) e
Pense em como suas experiências profissionais e pessoais te levam a crer que seria uma excelente escolha para preencher a vaga.

A partir daí é possível pensar numa boa resposta relacionando o que a empresa espera de um candidato ideal e o que você tem para oferecer que supre as necessidades da empresa.
Enriqueça sua resposta com exemplos (breves) de experiências que já vivenciou nas quais usou de suas habilidades para chegar em um resultado positivo, seja na solução de um problema, em uma venda ou negociação, etc, e como tais habilidades poderiam ser úteis no novo emprego.

Não seja prolixo, ou seja, não fale a mesma coisa várias vezes de uma forma cansativa, você perderá a atenção do selecionador. Sintetize a sua resposta, em menos de um minutos é possível dar uma resposta com bons exemplos e deixar o selecionador curioso para saber mais sobre você e suas experiências.

O que você NUNCA deve responder
Falar sobre questões pessoais que causem o sentimento de pena
Seu objetivo deve ser conquistar a vaga porque suas competências e habilidades estão de acordo com o solicitado pela empresa.

Mas, entendemos que, muitas vezes, estar desempregado há muito tempo ou passando por uma situação financeira complicada faz com que muita gente queira abrir o coração para o selecionador, seja por sinceridade extrema ou na tentativa de sensibilizá-lo. Mas é preciso ter cuidado.

Durante o processo seletivo é preciso trabalhar bastante suas capacidades socioemocionais e focar muito nas questões profissionais, deixando os problemas em segundo plano por um tempo.

Respostas como “Estou precisando muito desse emprego” , “preciso que alguém me dê uma chance” ou “meu aluguel está vencendo e eu preciso de um emprego urgente”. Infelizmente é um cenário muito triste mas que falar sobre eles nesse momento, provavelmente, não te ajudará a conquistar a vaga.

Ser arrogante

Desqualificar os demais candidatos não te tornará melhor que eles, mas sim mostrará um lado bastante negativo seu, portanto não encare o processo seletivo como uma competição direta na qual você precisa “derrubar” o adversário. Foque em ganhar pontos falando bem sobre você, suas experiências e vivências que são relevantes para a vaga.

Enquanto estiver formulando suas resposta para a pergunta “por que devo te contratar” tome muito cuidado para não não se autoelogiar sem exemplos que comprovem que tais características são reais, pois, caso contrário, podem soar como “papo furado” e você perderá muitos pontos no processo seletivo.

Gostou da matéria? Nós esperamos que ela te ajude a organizar uma excelente resposta e que você consigo conquistar o seu emprego dos sonhos 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as vagas pelo Whatsapp